Fibra Natural - Algodão (CO)


Histórico



INSCREVA SEU E-MAIL!

Receba todas as novidades do
BlogTêxtil© no seu email. GRÁTIS.


O algodão é usado como fibra têxtil há mais de 7.000 anos, podendo dizer-se que estáligado à origem mais remota do vestuário e à evolução da produção de artigos têxteis.

Por séculos, acreditou-se que o algodão era um produto do Velho Mundo e que foi introduzido pelos principais exploradores. Hoje, os cientistas têm obtido dados que indicam que os indígenas das Américas do Norte e do Sul, bem como os da Ásia e da África, já usavam as fibras de algodão para a confecção de fios e tecidos.

Existem algodões de diferentes tipos e variedades. O tipo do algodão é determinado através de padrões fornecidos pelos órgãos governamentais, com eles procedendo-se à necessária comparação.

O maior ou menor valor têxtil do algodão depende da sua capacidade de poder ser usado em fios mais finos e de bom aspecto e resistência.

As matérias estranhas são constituídas principalmente por folhas e outras partículas como sementes, cascas, poeira, etc.

A preparação depende da forma e das condições em que é feito o descaroçamento que pode dar lugar à formação de "neps" e "naps", aglomerados menores ou maiores de fibras que prejudicam a obtenção de fios de qualidade.


CARACTERÍSTICAS E PROPRIEDADES DO ALGODÃO



USO DO ALGODÃO

Em primeiro lugar na produção de tecidos laváveis tais como tecidos em geral, malharia para roupa íntima e externa. Ainda para roupa de cama, mesa, panos para enxugar as mãos, copos, etc., panos de limpeza, lençóis, tecidos decorativos, capas para móveis, tecidos pesados, como velas de barcos e toldos de carros, correias de acionamento, fitas ou esteiras transportadoras, fitas para máquinas de escrever. Faz-se também linha de costura, fios para trabalhos manuais, fios para malharia, retrós de todos os tipos. Além disso artigos de cordaria quando devem ser muito flexíveis.


POR QUE MERCERIZAR PEÇAS DE ALGODÃO?

A mais valiosa aplicação do entumescimento (inchamento) da fibra do algodão é a mercerização. O algodão cru apresenta uma série de depósitos de graxas e outras substâncias, notadamente pectatos de cálcio e magnésio, dentro da primária, o que o torna repelente à água.

O algodão cru absorve água, em temperatura ambiente, de forma muito lenta, porém com a elevação da temperatura a absorção é mais rápida.

As substância que, em parte, repelem a água podem ser removidas por fervura em solução de NaOH e a cor creme, característica do algodão, pode ser eliminada por alvejamentos brandos. O algodão tratado desta forma é celulose praticamente pura e molha quase que instantaneamente em contato com a água.

Com a mercerização os tecidos também ficam mais resistentes e proporcionando cores mais nítidas e brilhantes.



BlogTêxtil© 2015. All Rights Reserved | Design by W3layouts