Fibra Natural - Juta


INSCREVA SEU E-MAIL!

Receba todas as novidades do
BlogTêxtil© no seu email. GRÁTIS.


As fibras de juta são extraídas do caule de "plantas duras" , assim como o linho, o cânhamo, etc.

Trata-se de plantas herbáceas anuais, ou seja, alcançam a maturidade no decorrer de um ano, produzindo sementes para os demais períodos de cultivo, porém exigindo, para um bom desenvolvimento, calor e umidade.

Possuem um caule reto com circunferência de cerca de 3,80 cm e altura entre 1,5 e 3 metros.

A fibra de juta apresenta, geralmente, um brilho sedoso e, quando comparada ao linho, é mais quebradiça, o que a impede de ser transformada em fios finos, já que os feixes não se separam tão bem no sentido longitudinal.

Elas apresentam um fino "brilho" sedoso, um toque grosseiro e áspero, embora as melhores qualidades sejam suaves e macias.

A juta não é tão resistente nem tão durável quanto o linho, o cânhamo ou o rami.

As fibras não se alongam dentro de uma extensão apreciável.

Apresentam baixa elasticidade.

Semelhante à do linho, ou seja, péssima recuperação à dobra, compressão ou amarrotamento.

Deterioram-se rapidamente com umidade, tornando-se quebradiças, fracas e escuras.

Tem menor resistência que o linho ou o algodão à ação de microorganismos.

É uma fibra barata, e se encontra disponível em grande quantidade.


BlogTêxtil© 2015. All Rights Reserved | Design by W3layouts